O qué é Freeletics? E ideal para você?

Depois dos duríssimos treinamentos do Freeletics, eu gostaria de fazer um post, ja com mais conhecimento sobre a verdadeira verdadera essencia do que é Freeletics. No meu primer post sobre O que é Freeletics? definia o que eu sabia sobre o treinamento, era bem POUCO. Agora, gracas a pratica, as reflexões e aos seus comentários, onde vocês compartilhabam as experiências eu sei MUITO.

O fitness é atualmente uma moda e estamos mais abertos as novidades: Boot Camp, P90X,  Insanity, TRX, Cross Fit, HIT sim, HIT, vocês vai escutar cada vez mais. O HIT virou uma moda, HIT significa “High Intensity Training” ou “Trenamiento de Alta Intensidade” trata-se de uma prática surgida nos anos 70, que virou uma moda, é cool. Eu me pergunto, porque muitas pessoas me perguntarom: Freeletics pode ser considerado um HIT? Olhemos que um HIT caracteriza –se por:

  • treinamento breve
  • exercicios breves
  • exercicios intensos
  • repetições calculadas para chegar até a “falha muscular”
  • ao finalizar você debe-se sentir literalmente “morto”
  • 3- 4 trenamientos na semana
  • “full body training”trenamiento de todo o corpo
  • trenamiento quasi casi total, não por grupos musculares
  • sistema baseado no descanso e por tanto na recuperção

Freeletics é novo por isso muitos começamos a treinar. Quem não cansou de ir para academia? ou não ficou desmotivado de fazer sempre o mesmo treinamento?  ou ficou desmotivado? ou se deixou levar para se jogar no sofá? O ser humano é “preguiçoso” por natureza. Mas o que eu quero dezir é que muitos começamos com Freeletics porque é novedoso, porque não queremos mais puxar peso na academia, porque falam que seu corpo muda em 15 semanas, e porque a vida está cheia de novos dessafios. E novedoso.

Analizando Freeletics, olhamos que não precissa de ir para academia para o praticar, pode praticar em um parque, uma quadra de futebol, até na sua casa, sem peso, sem máquinas, steps, bancos, etc. Algumas sessões precissam de uma pull-up bar, para fazer elevações e de uma pared, mas não precissa de mais. Só precissa do seu corpo. E simples e económico.

Alem de ser novo, simples e económico é breve, não requer de largas sessões de maratona. E breve.

Freeletics é um high-intensity bodyweight workout, como olhamos acima um HIT “High Intensity Training”. E o HIT=Freeletics, é um treinamento muito exigente, super intenso, que procura com propósito atingir um nivel extremo de esforço pela intensidade altísima dos exercisios. Se sentir extenuado é a regra. Por que é tão extremo? Porque exercisios de esforço extremo a alta intensidade, estimulam nosso corpo tudo e potenciam o crescimento muscular e a força. Por isso muitos exercisios do Freeletics como push ups, sit-ups, jumping jacks, aparecem em filmes associados a soldados, lutadores, como  Rambo ou Rocky.

O objetivo é chegar a seu limite, a “falha muscular”, chegar a perder a respiração, sintindo 2 repetições finais como 100 repetições, que ao finalizar só precisse de se deitar, mas deitado não se sente a vontade. Isso tudo é perfeito para o desenvolvimento muscular (o coração também é um músculo) porque otimiza a estimulação das fibras musculares.

Pelo treinamento a alta intensidade você deve respeitar o descanso porque o treinamento se basea também na recuperação dessas fibras musculares. Atenção! tem que respeitar o treinamento de alta intensidade, não temer o HIT, mas é tão exigente (bem feito) , que cualquer um poderia se machucar se não conseguem dar seu 100% porque se não respeita o descanso já terão gastado essa energia ou terão sobrecarregado seus músculos.

Agora a pregunta do milhão. Freeletics é ideal para você?

Freeletics, é ótimo, é legal, como ja vou ir falando nos meus posts, tem muitas vantagens, mas também desvantagens. Posso afirmar que o Freeletics no é ideal para tod@s. Os que ja experimentarom ja sabem por que eu falo isso. Um iniciante está mais cómodo em um treino de baixa intensidade, porque o aumento da intensidade pode lhe levar a se machucar. E precisso estar em forma para aproveitar o 100% do treino, para aproveitar a “falha muscular” e que a falha não nos fazer parar ou nos machucar,  para nos sentir menos “mal” durante, e sobre tudo, depois do Freeletics. ¿Por qué? Porque uma pessoa treinada acorta o tempo de recuperação.

As pessoas com sobrepeso deberiam começar por pegar condicionamento físico com treinamento de larga duração e baixa intensidade, justo o contrário do Freeletics. Só depois, por qué não Freeletics? Sendo sincero, não gostaria que ninguém se machucasse pelo meu exceso de motivação. As pessoas sem costume de “sofrir” e sem ter feito sporte a alta intensidade, começaram pelo efeito novidade de Freeletics, mas é mais difícil manter a motivação, quando você saibe que vai sofrir muito mais que fazendo 40minutos de treinamento a baixa intensidade. Só ganharão a Freeletics os que sejam mais fortes mentalmente. Não precissam de ser Rambos, mas tem que saber o que significa um treinamento de altísima intensidad como Freeletics. Por isso temos que saber que pode ser que tenhamos que dedicar um tempo a nos preparar, pegando a forma suficiente para o Freeletics.

Freeletics pode nos ajudar a melhorar nosso estado físico, mas temos que partir de um bom estado físico anterior, para chegar a pegar músculo, para chegar a quemar gordura, para melhorar nosso cardio, para fugir da rutina dos work outs comuns, para otimizar nosso treinamento anaeróbico, etc. Eu recomendaría não utilizar o Freeletics como único sporte, porque variar a forma do nosso treino garantiza melhores resultados, como na alimentação, variedade.

¿Qué es Freeletics? Dieta o dieta, alimentación Parte 1

Cuando practico Freeletics, sufro, sudo, me exprimo al máximo e inmediatamente después de la sesión me siento bien. Me siento aún mejor si repongo fuerzas y realmente a tope si sé que tengo una buena alimentación. Es lo máximo, para sentirme bien tengo que hacer deporte y para que el deporte me siente bien, alimentarme bien.  Muchos entrenais a tope y comeis cualquier cosa, así estais anulando los efectos del entrenamiento. Lo que os quiero decir con mi ejemplo es que una cosa lleva a la otra y si el objetivo Freeletics es perder peso y grasa o ganar músculo, sin buena alimentación o dieta no hay resultados en Freeletics.

Titulo el post de Freeletics dieta o dieta, porque ahora que voy a hablar de la importancia de la alimentación en Freeletics, porque se entienden varias cosas por dieta. La “dieta” es la alimentación que le damos a nuestro cuerpo durante un día, sin importar si cubrir o no sus necesidades. La gente entiende por “dieta”, el ponerse a dieta, restringir nuestras comidas para así manter un peso corporal. Otros entienden por “dieta”, un programa de alimentación para la consecución de un objetivo. A mi me gusta esta última definición. Si podemos elegir y no estamos enfermos, prefiero pensar en alimentarme bien y no en dieta. Dieta me suena a los culturistas  comiendo cada 2horas con un tupper en la mesa llenos de alimentos en cantidades exageradas.

En nuestro caso la edad, sexo, la genética,  contextura física,  el nivel de actividad física son determinantes a nivel de resultados de dietas. Todo esas variables nos condicionan qué y en qué cantidades alimentarnos.

Yo puedo afirmar que llevo una alimentación “limpia” y he acostumbrado a mi cuerpo, aprendiendo sobre cada producto, a comer limpio. No puedes seguir comiendo fast food, ni bebiendo refrescos o alcohol, ni tomando azúcar, ni helado de tarro, ni pizzas, ni salsas. Renunciando a ello no digo que adelgazarás, pero será un comienzo para concienciarte. Perder peso haciendo deporte es mucho más fácil que perderlo sin deporte. El deporte te hace perder peso al gastar más calorías de las que consumes (siempre que no te atiborres despúes del deporte), por eso para adelgazar debes hacer muchísimo deporte. Entrarás en un círculo vicioso en el que el deporte te llevará a alimentarte bien. De eso se trata.

No quiero que os volvais locos controlando calorías, porque sólo llegan al cuerpo perfecto los que saben qué hay que comer y qué no y qué alimento es bueno para reponerse y conseguir eliminar o ganar peso. Para mi eso es “alimentarse limpio” ¿Sabíais que si os bebeis una lata de Coca- Cola os tomais 9 y pico, casi 10 terrones de azúcar?  Esta pregunta que os hago es la base de una buena alimentación.

Para ir introduciéndos, la alimentación se mide en calorías que se presentan en 3 grupos: carbohidratos (energía, energía para muscular), proteínas (masa muscular) grasas (energía, mantenimiento cuerpo). Los dietistas hablan tipo: comer un 50% de Hidratos de Carbono, 20% de Proteínas y un 30% de Grasas. (No relacioneis esa grasa como algo malo, su exceso si es malo, pero deben estar presentes en vuestra alimentación) Un exceso de un grupo puede llevarnos a desregular otro grupo, así que su equilibrio es básico. Os lo explicaré en próximos posts. ¡Alimentaos bien “limpio” y a tope!